domingo, 25 de fevereiro de 2018

ABSTENÇÃO




O silêncio dos inocentes
O barulho dos culpados
Inocência duvidosa
Um nocivo mau caráter

Abstenção!
Nada a declarar!
Sem palavras no momento!
Prefiro não opinar!

A visão dos vencedores
A cegueira dos vencidos
A derrota dos utópicos
Realidades escondidas

Abstenção!
Nada a declarar!
Sem palavras no momento!
Prefiro não opinar!

A fome dos famintos
A ceva dos abonados
O abandono dos enfermos
O encontro dos descalços

Abstenção!
Nada a declarar!
Sem palavras no momento!
Prefiro não opinar!

O cheiro de podridão
Urubus incompreendidos
Escolas maculadas
Avenidas interrompidas

Abstenção!
Nada a declarar!
Sem palavras no momento!
Prefiro não opinar!
 
Manifestos futuristas
Manchetes do passado
Vidas suicidas
Mortes abissais

Abstenção!
Nada a declarar!
Sem palavras no momento,
Podemos encerrar.

Aqueles que aprovam
Permaneçam como estão.
Se não há objeção,
Está encerrada a sessão!

(Giezzy)


segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

DEVANEIOS



 DEVANEIOS DE CRONOS
 
- Tudo ao seu tempo... tudo ao seu tempo...
- Mas... espere aí... O tempo sou eu!
- Eu sou o tempo! Nada pode, nem deve me deter!

 DEVANEIO DE ZEUS
 
- Preciso encontrar um jeito de matar o tempo.






(Giezzy)

PAPO FURADO





Três desocupados conversando sobre o consumo de cachaça e os cuidados com a saúde:

Biriteiro nr 1 (comendo um tira gosto de ciriguela)
- Rapai, eu vou te contar uma coisa: a cachaça só faz mal pra quem bebe e não comi nadica de nada.

Biriteiro nr 2 (depois de tomar uma lapada e estalar os dedos):
- É verdade!!!

Biriteiro nr 3 (mostrando a solução para a ressaca)
- Pois arrepare: pra evitá a ressaca, o negoço é cumê doce, logo de manhã, bem cedin. Eu, porizempo, como um pedaço de rapadura, ou uma cocada, e dispois tomo um copo d’água. Fico, então, tinindo o resto do dia. Aí tô pronto pra tomar mais umas lapadas de cana. 

Biriteiro 1 (aloprado)
- É o fresqué!? Quem já se viu biriteiro ter ressaca, omi? Vai se lascar, rapaiz! Bote ota aí pra mim!

Biriteiro 3 (indignado)
- Me respeita fela da puta, poique eu num te dei essa liberdade não!!

Biriteiro 1 (gaiato)
- E por acaso tu lá é abolicionista ou juiz pra dá liberdade ao zoto, fio duma égua?

Biriteiro 2 (gaiato esperto)
- Abolicionista???!!! Rapai, esse omi é intelectual mermo, vice? E tu por um acaso sabe o que foi um abolicionista, pai véi?
 
Biriteiro 1: (esclarecido)
- Oxe! num era aqueles caba que brigava pra convencê o zoto de que escravidão era errado? Eles brigava pra mode acabar com o racismo de cor. E cês quer saber? Muita coisa mudô, mas otas coisa não. Tem muita gente aí sendo discriminaida só poi causa da cor. Ei, macho vei! eu istudei, vice? Eu fiz o mobral. Agora um tiquim de filoisoifia pra ocês, bando de fios dumas égua. Esqüita só: “pra que tanta pressa se o distino é a morte?” Vão se reiar, bando de galado! Vocês viero aqui pra beber ou pra fulerar?

Biriteiro 2 e 3: (convencidos)
- Égua, macho!!!! Aí sim!!!! Esse é um arrombado, mermo!!!
- Mas... Como é mermo o nome desse negócio aí que tu disse? Filoisoi... o que?

Biriteiro 1: (arrematando)
- Fia! Filosoifia.

Biriteiro 2 e 3: (empolgados)
- Eita porra! Pense num feladaputa inteligente? Posso dizer pros oto que tu és meu amigo, fuleragem? 
- Aí sim!
- Bote ota aí, pra nois bebemorar!!!!!

(Giezzy)